Fazenda mais produtiva e lucrativa com Estação de Monta

Que a estação de monta bovina é benéfica para a produção, não há dúvidas. No entanto, vale destacar que são vários os fatores que devem ser avaliados antes de adotar a estratégia.

ÉPOCA IDEAL

🔸O período escolhido deve coincidir com a época do ano de maior disponibilidade de forragens de melhor qualidade (estação de chuvas).

🔸Para quem está iniciando a atividade recomenda-se realizar uma estação de seis meses – de outubro a março e nos anos seguintes reduzir em 15 dias no final, até atingir a duração ideal, de três meses entre outubro e janeiro. O motivo em iniciar o período nas chuvas é porque nessa época o pasto é abundante e de melhor qualidade, o que é desejável para as vacas que precisam de boa nutrição no período pós-parto e de estabelecimento de nova gestação. Já com os nascimentos ocorrendo no período seco, a vantagem é a baixa incidência de doenças como a pneumonia e o ataque de carrapatos, bernes, vermes e moscas nesse período. ( Alessandra Nicácio, pesquisadora da Embrapa Gado de Corte).

TOUROS QUE SERÃO UTILIZADOS
⁣⁣
🚀Avaliar a fertilidade dos touros com o exame andrológico e a qualidade do sêmen para não comprometer os índices de prenhez. ⁣

A importância do exame andrológico está no impacto direto que os reprodutores têm sobre a fertilidade do rebanho. Um touro infértil pode representar a perda de 25 a 50 bezerros, conforme a relação touro:vaca utilizada. Já uma vaca infértil representa a perda de um bezerro, apenas. Sabe-se hoje que, em torno de 5% dos touros em serviço são animais inférteis, ou seja, que não produzirão filhos. E, pior ainda, entre 20 e 40% dos touros em serviço são subférteis, isto é, produzem menos filhos do que deveriam. ⁣

É importante dizer que o exame andrológico avalia o animal naquele momento e, portanto, tem validade de 30 dias. Laudos emitidos há mais tempo devem ser repetidos, principalmente se o intuito for comercializar o animal. Não se recomenda a aquisição de touros sem laudo recente, pois não existem garantias do potencial reprodutivo do animal, de modo que o investimento pode te tornar um grande prejuízo.⁣ (Informações Embrapa).

💲USE TOUROS BRAHMAN BRÁUNAS E TENHA LUCRO.💲

SAÚDE REPRODUTIVA DAS FÊMEAS

🔸Fazer a avaliação ginecológica das fêmeas antes de serem submetidas à EM para se certificar que os animais são aptos para a reprodução.

🩺A avaliação ginecológica em fêmeas bovinas é essencial para o manejo reprodutivo. Afinal, o exame avalia o estado físico e clínico das vacas, sendo extremamente importante para obter eficiência na produção e evitar perdas econômicas importantes.

📊Quando realizado na pré-temporada reprodutiva, o exame é uma importante ferramenta no diagnóstico e tratamento de doenças reprodutivas, evitando prejuízos econômicos. Realizando o exame é possível avaliar a saúde uterina do animal, detectar patologias ou gestação, definir metas para solucionar os problemas e consequentemente melhorar a eficiência produtiva.

🔸Acompanhar o ciclo estral para determinar o período em que a vaca entrará no estro, em caso de inseminação artificial comum ou monta natural;⁣
🔸Monitorar o desenvolvimento do corpo lúteo para que a vaca seja inseminada no melhor momento para garantir a fecundação bem-sucedida;⁣
🔸Cobrir o maior número de vacas possíveis logo no início da estação; ⁣
🔸Fazer o diagnóstico gestacional precoce com auxílio de ultrassom veterinário para otimizar o tempo.

Outra dica fundamental para que a estação de monta na sua propriedade seja uma experiência positiva:⁣

🔸Usar a IATF- Inseminação Artificial em Tempo Fixo – para sincronizar os cios das fêmeas garantindo que possam ser inseminadas em um mesmo período e, consequentemente, os bezerros nasçam no mesmo período;⁣

🧫🧬Não há duvidas que a eficiência reprodutiva seja um fator determinante no retorno econômico da pecuária de corte. Em outras palavras, a eficiência em tornar vacas gestantes em momentos específicos do ano (estação de monta) dirige o nascimento de bezerros, seu potencial de desenvolvimento e, consequentemente, a produção de matrizes para reposição e de animais para a engorda e abate.⁣

➡️A busca por touros ditos “melhoradores” já é uma prática comum em diversas propriedades, sendo a inseminação artificial uma importante aliada da difusão de genética. De forma geral, o uso da IA possibilita que o produtor escolha touros selecionados de de acordo com seus interesses comerciais, acelerando a absorção das características desejadas no seu rebanho. No entanto, a eficiente utilização da IA requer boas taxas de detecção de cio ou a implantação de programas de IA em tempo fixo (IATF). Além de dispensar a observação de cio e auxiliar o melhoramento genético do rebanho, a IATF traz como grandes vantagens: 100% dos animais tratados são inseminados, a antecipação da prenhez na estação de monta, a redução do intervalo entre partos e a formação de lotes homogêneos de bezerros. Por esses motivos a IATF está ganhando espaço e credibilidade nas propriedades brasileiras a cada ano que passa.⁣

NUTRIÇÃO

🔸Cuidar para que os requisitos nutricionais  das vacas sejam cumpridos; ⁣

🔸Garantir a nutrição pós-parto que a fêmea esteja em boas condições para a próxima gestação. ⁣

🌱🌱Nutrição e reprodução são dois aspectos que possuem estreitos laços, em qualquer sistema de produção. A nutrição é responsável pela expressão e funcionamento de rotas metabólicas que permitirão ao animal expressar todo seu potencial produtivo e/ou reprodutivo. ⁣

O que se espera como boa performance de uma fêmea bovina é que esta produza o um determinado número de descendentes num certo intervalo de tempo. A nutrição exerce efeitos em todas as etapas relacionadas ao processo reprodutivo. Atua desde a manifestação de cio, o desenvolvimento folicular, qualidade dos gametas, taxa de ovulação, ambiente uterino, desenvolvimento do embrião, manutenção da gestação, etc.⁣

Venda Permanente de animais e genética Brahman